Você está aqui: Página Inicial / Programa / Laboratórios

Laboratórios

1. LABORATÓRIO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL (LEE). Atende as necessidades da comunidade de São Carlos e região, desenvolve pesquisas sobre programas educacionais, avaliação de programas educacionais de deficientes auditivos, visuais, intelectuais e de deficiências múltiplas. Coordena, também, o planejamento e a supervisão de classes para pessoas com deficiências sensoriais em escolas da rede pública municipal.
2. LABORATÓRIO DE PSICOLOGIA DA APRENDIZAGEM (LPA) Destina-se essencialmente a estudos de comportamento e aprendizagem como uma condição para implementar a pesquisa científica como método privilegiado de ensino, requerendo a participação do aluno em projetos de investigação que focalizam processos básicos de aprendizagem, bases neurais do comportamento, processos cognitivos básicos em diferentes espécies, etiologia e questões evolutivas, e modelos animais para estudo de efeitos farmacológicos e de patologias humanas, entre outros.
3. LABORATÓRIO DE ESTUDOS DO COMPORTAMENTO HUMANO (LECH) Constitui-se, primeiramente em ambiente para desenvolvimento de pesquisas sobre comportamento humano, em que se utilizam procedimentos observacionais e/ou que requerem o uso de equipamentos de registro audiovisual e equipamentos de informática para a condução de sessões experimentais com humanos. Em segundo lugar, constitui-se em recurso para o ensino, instalando habilidades relacionadas à observação, direta ou intermediada por registros audiovisuais, do comportamento humano e ao emprego de procedimentos experimentais. Pelas suas características, pode abrigar investigações com grande variedade de objetivos e procedimentos, bem como servir a propósitos diversos no ensino e treinamento de pessoal. O LECH abrange, atualmente, um setor de estudos sobre aprendizagem e cognição humana, outro centrado no ensino de deficiente intelectual e deficiente sensorial e a Unidade de Iniciação à Leitura. Esta unidade, implantada no Edifício Carolina Bori, funciona como laboratório de pesquisa e de ensino e como prestadora de serviços educacionais, investigando processos básicos de aprendizagem e desenvolvendo procedimentos para o ensino de leitura, escrita e matemática e outros procedimentos para investigação de aprendizagem relacional. Atende, prioritariamente, alunos da rede pública de ensino fundamental, com dificuldades de aprendizagem e fornece assessoria a professores.
4. LABORATÓRIO DE INTERAÇÃO SOCIAL (LIS) Destinado ao estudo de questões relativas às interações sociais, em particular aquelas que ocorrem nos processos e práticas educativas no ambiente de creches, pré-escolas e escolas do ensino fundamental, com vistas à promoção do desenvolvimento e de habilidades sociais em educadores e/ou educandos. O laboratório oferece assessoria para creches da comunidade e cursos de promoção de habilidades sociais.
5. LABORATÓRIO DE ESTUDOS SOBRE INCLUSÃO EDUCACIONAL (LINC) Visa produzir conhecimento científico que contribua para a universalização do acesso e melhoria da qualidade do ensino oferecida a crianças e jovens com necessidades educacionais especiais na realidade brasileira e tem como foco de estudo a política de Educação Especial e o desenvolvimento de programas de formação de profissionais nesta área. O laboratório sedia o Grupo de Pesquisa sobre Formação de Recursos Humanos em Educação Especial e o Programa de Extensão sobre Formação Continuada em Educação Especial, e além dos estudos presta assessoria a instituições de ensino especial da comunidade e às redes públicas e oferta cursos de extensão para profissionais da área.
6. LABORATÓRIO DE APRENDIZAGEM HUMANA, MULTIMÍDIA INTERATIVA E ENSINO INFORMATIZADO (LAHMIEI) Destina-se ao desenvolvimento de pesquisas sobre comportamento humano, em especial aquelas que se utilizam recursos de multimídia interativa e ensino informatizado para favorecer processos de aprendizagem e cognição humana, e na linha de profissionalização de pessoas de deficiências.
7. LABORATÓRIO DE ATIVIDADE E DESENVOLVIMENTO Tem como objetivo de desenvolver pesquisas direcionadas para a Atividade Humana e suas relações com o desenvolvimento nas várias etapas do ciclo de vida. Os trabalhos são voltados para: atividades próprias de cada etapa do desenvolvimento; o brincar de crianças normais e de crianças com necessidades especiais; as intervenções na infância, adolescência, vida adulta e velhice; os fatores protetivos e de risco ao desenvolvimento; uso do tempo e suas relações com a qualidade de vida.
8. LABORATÓRIO DE ESTUDOS EM ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA (LEAFA) Abrange pesquisas direcionadas à produção e sistematização do conhecimento em Educação Física e Esportes Adaptados, dedicando-se ao estudo de diferentes etapas do processo de ensino e aprendizagem destes conteúdos, com ênfase em processos de avaliação formativa, sob a perspectiva da inclusão no ensino formal e não formal.
9. LABORATÓRIO DE ESTUDOS SOCIAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (LESCT). Desenvolve pesquisas sobre a dimensão quantitativa e qualitativa do conhecimento científico, por meio de estudos sobre a comunicação e a produção científica em diferentes contextos e áreas de conhecimento, com base nas metodologias das análises bibliométrica e cientométrica. Realiza estudos sobre os processos de produção, comunicação e apropriação do conhecimento científico e tecnológico ancorada nas abordagens dos Estudos Sociais da Ciência e da Sociologia da Ciência.
10. LABORATÓRIO DE PESQUISA DE ALTAS HABILIDADES (LAPAH) tem como objetivo geral contribuir para o aprofundamento e a reflexão teórico-prática do ensino, pesquisa e extensão em Altas Habilidades, propondo-se a: produzir conhecimento nas áreas de Altas Habilidades e campos multidisciplinares em que esta contribuição seja pertinente; possibilitando tornar acessível à comunidade o conhecimento produzido na área de Altas Habilidades; contribuir para a formação, especialização, aperfeiçoamento e/ou atualização de profissionais; oferecer assessoria e consultoria sobre assuntos que integram as áreas de conhecimento abrangidas.
11. Em 2011, a construção do prédio de laboratórios financiado pelo CT-INFRA/FINEP, que ampliou em aproximadamente 1100m² a infra de pesquisa para docentes do PPGEES. O edifício Carolina Bori do PPGEEs/PPGPsi é formado por cinco laboratórios de pesquisa: Laboratório de Estudos do Comportamento Humano (LECH); Unidade de Iniciação à Leitura; Laboratório de Aprendizagem Humana, Multimídia Interativa e Ensino Informatizado (LAHMIEI); Laboratório de Estudos sobre Deficiência e Educação (LEDE); e Laboratório de Processos e Práticas Educativas (LPPE). Além disso, o LECH e a Unidade de Iniciação à Leitura são sede do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Comportamento, Cognição e Ensino (INCT-ECCE), que congrega, além da UFSCar, outras nove universidades brasileiras e três internacionais. O objetivo deste novo prédio é o desenvolvimento de pesquisas direcionadas para a atividade humana e suas relações com o desenvolvimento nas várias etapas da vida.
12. LABORATÓRIO DE ENSINO – TECNOLOGIA ASSISTIVA (LETA). O Laboratório de Ensino da Tecnologia Assistiva disponibiliza espaço à comunidade local (graduandos, pós-graduandos e professores dos cursos da UFSCar) e a comunidade externa (professores da rede pública municipal e estadual, das instituições de ensino especializadas), proporcionando momentos de aprendizagem/de formação acerca da Tecnologia Assistiva.
13. BRINQUEDOTECA. A brinquedoteca do curso de Licenciatura em Educação Especial, numa perspectiva inclusiva, disponibiliza espaço à comunidade local (graduandos e professores dos cursos da UFSCar) e a comunidade externa (professores da rede pública municipal e estadual, das instituições de ensino especializadas), proporcionando momentos de aprendizagem sobre brinquedos que estimulam as diferentes áreas do desenvolvimento infantil, considerando principalmente os brinquedos adaptados para crianças público alvo da Educação Especial; sobre a confecção de brinquedos adaptados e sobre práticas pedagógicas que favorecem o brincar da criança.
14. LABORATÓRIO DE ENSINO DE DEFICIÊNCIA VISUAL E DESENVOLVIMENTO HUMANO – LEDVDH. O laboratório tem por objetivo o de realizar atividades de ensino, pesquisa e extensão que envolvam as temáticas relacionadas à deficiência visual e ao desenvolvimento humano. O laboratório atende a comunidade interna (graduandos e pós-graduandos) e a comunidade externa (principalmente professores da rede pública de ensino).
15. LABORATÓRIO DE ABORDAGEM BILINGUE E SURDEZ (LABS). O LABS disponibiliza espaço à comunidade local (graduandos, pós-graduandos e professores dos cursos da UFSCar) e a comunidade externa (professores da rede pública municipal e estadual, das instituições de ensino especializadas ou de ensino bilíngue), proporcionando momentos de aprendizagem/de formação sobre Libras, Educação de Surdos e Interpretação/Tradução.
16. LABORATÓRIO DE FORMAÇÃO em EDUCAÇÃO ESPECIAL E PRÁTICA PEDAGÓGICA E DESENVOLVIMENTO COGNITIVO. O laboratório tem por objetivo o de capacitar discentes e docentes em relação às temáticas da educação especial. O laboratório atende a comunidade interna (graduandos e pós-graduandos) e a comunidade externa (principalmente professores da rede pública de ensino).